domingo, 15 de abril de 2007

5 ANOS

5 anos decorreram desdes que começamos com a nossa aventura no voluntariado.
5 anos de aventuras, principalmente com o nosso meio de transporte.
5 anos de esperança, que tentamos de algum modo incutir nos outros.
5 anos de novidades. Porque todos os anos as novidades surjem para tornar a nossa intervenção mais e melhor.
5 anos de mudança, porque foram muitas as fases de mudança pelo qual já tivemos de passar.
5 anos de partilhas, entre voluntários e utilizadores.
5 anos de alegrias, quando nos deparamos com um sorriso aberto que espera por nós.
5 anos de tristezas, quando apesar de todos os esforços de todos vemos alguém partir ...
5 anos de desafios, batalhas travadas, inovação, avanços e retrocessos, crescimento, maturidade e de partilha.
5 anos de credibilidade.
5 anos ÚNICOS.

Parabéns a todos nós!!

3 comentários:

Ana disse...

Tive a sorte de ter entrado para esta ONG 1 ano e pouco atrás. "Sente-se" o trabalho de 5 anos na maneira como somos recebidos quando dizemos que somos dos MDM. Vê-se a boa organização, apesar de tão poucos...Presto aqui a minha homenagem à delegação do Porto, aos operacionais e a todos os voluntários, e obrigada por me deixarem participar.
Beijo grande
Ana Vasconcelos

Ricardo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Ricardo disse...

Isabel:

Pese embora não reclame o Projecto como meu, a minha vivência quotidiana de MdM faz-me sentir palpitar o seu coração com grande intensidade.

Também eu congratulo todo(a)s o(a)s voluntário(a)s, utilizadores, técnico(a)s, parceiro(a)s e apoiantes/doadores/financiadores pelo 5.º aniversário.

Destacarei somente o seguinte. Coincidentemente ou não, tive a particular satisfação de, nos últimos dias, conhecer, em contextos diversíssimos, três novos voluntários do Porto Escondido. Apreciei particularmente a forma entusiasta com que se referiram ao que decidiram abraçar recentemente. Sem qualquer desprimor - quem sou eu para tal?! - para com todos os voluntário(a)s mais antigos, sublinho aqueles discursos. Constituem evidência de que, não só o Projecto, como a própria Delegação/Organização estão a cumprir a sua missão de atracção de novos recursos. Isso parece-me muitíssimo importante.

Ricardo